Fabistone | Pavimentos e Revestimentos

Noticias

Como planear bordos e muros

Posted on

Para planear bordos e muros, escolha o modelo que melhor se adapta ao seu jardim e use-o também como elemento decorativo.

Um bordo é uma transição. Transição do terraço para o relvado, da alameda para os maciços e outros canteiros. Permite valorizar os elementos de natureza diferente que se encontram num dado ponto: terra, vegetais, madeira, pedra.

Os bordos têm igualmente o valor de fronteira e permitem reter as plantas de crescimento exponencial e, assim, conservar o plano do jardim. Os bordos funcionam como barreiras. Porque previnem o desmoronamento das alamedas e a separação dos pavimentos. E podem usar-se materiais como:

  • gravilha ou cascas de madeira,
  • lajes colocadas simplesmente sobre uma camada de areia.

Assim, o bordo deve ser concebido mais ou menos em altura, tudo depende da sua função de retenção. Pode tratar-se de uma simples colocação de blocos para conter uma alameda de gravilha. Ou, por exemplo de bordos em madeira feitos para manter a terra de um quadrado hortícola. Regra geral, os bordos são dispostos com pequenos cortes.

Siga o nosso conselho…

Se utilizar bordos, estes devem estar de acordo com o seu ambiente imediato. Segundo a temática do seu jardim pode optar por bordos vegetais que sublinharão os espaços com mais discrição. Pode fazer um encadeamento interessante conjugando pavimento e gravilha, ou optar por um bordo clássico instalado sobre um recorte vegetal.

Quer saber tudo sobre Bordos e Muros Fabistone?  Descarregue aqui o Guia Completo sobre Ideias Fabistone para o seu jardim.

Se procura mais ideias sobre como envolver a sua piscina, saibe como no artigo: “À volta da piscina: o que escolher? Materiais e ideias para a envolvente da piscina“.